Matheus Loures

Externando aquilo que me distrai

Porque não “experimento Deus” no meu trabalho? Parte 1- Espiritualidade (vida devocional)

Deixe um comentário

Temos de resistir e nos lembrar de Jesus Cristo que sempre dava seus “perdido” para orar

Temos de resistir e nos lembrar de Jesus Cristo que sempre dava seus “perdidos” para orar

(Continuando a série sobre o porque, durante o trabalho, não sinto aquele arrepio na pleura que rola no louvorzão….)

Só acredito em fé integral que brote de uma profunda vida devocional regada a muita leitura bíblica e oração, e também por contemplação e meditação. Sem a espiritualidade o trabalho será apenas projeção das ambições de nosso ego inflado. Com uma intensa piedade estaremos em comunhão com Deus enquanto trabalhamos, exercitando assim o Orai sem cessar (1 Ts 5:17).

Essa conversa parece ser meio óbvia. Mas temos que admitir que o desafio de manter a pegada da vida devocional, no meio do corre-corre desenfreado de nossos dias, é um dos maiores obstáculos para uma fé holística. Todo esse sistema vai te forçar a ser como uma pessoa madura, independente, competitiva e capacitada; Deus só trabalha com aquele que é dependente (Dele), bondoso, fraco e pecador. Nossa era vai tentar nos convencer que não temos tempo para horas de devoção e até pastores se conformam com isso. A batalha começa pela agenda, não podemos ter tempo para tudo menos para a intimidade com Deus.  Temos de resistir e nos lembrar de Jesus Cristo que sempre dava seus “perdidos” para orar. Nos lembrar de John Wesley, que entendia que em um dia de agenda cheia ele precisava é orar mais. Isto é a prova que rendemos melhor no mundo, descobrindo o máximo de suas possibilidades, quando buscamos estar perto Daquele que o criou.

Filosoficamente o trem é mais ou menos assim (não desista do texto com esse paragrafo, please)… Apesar de toda ênfase integral da mensagem cristã, existe nela algo que aparenta o contrário, pois há uma dualidade (termo oposto à “integral” ou “holístico”) na separação entre Deus e a Criação. Loucura para os céticos, escândalo para os esotéricos de Alto Paraíso. Muito pelo contrário da visão de mundo panteísta (oriental, esotérica), o criador é distinto de sua criação, assim como o marceneiro não é o armário que fabrica. Entretanto, é exatamente essa dissociação que permite a unidade entre todas as coisas criadas. Deus é sempre o responsável por cada coisa existir e estar em seu lugar (Cl 1:16). Nada do que foi criado pode ser o fundamento da vida, somente o Criador tem esse privilégio. Tudo o que foi criado deve existir em harmonia com o resto da criação. Tudo e todos, sujeitos a soberania daquele que é o Alfa e Ômega.

O que isso tem haver com trabalho? É o seguinte sô, se Deus transcende o mundo que criou só vou conseguir alinhar o trabalho com minha espiritualidade quando eu me esquecer um pouco das coisas temporais, da agenda, para me conectar com aquilo que é eterno. Se não bebermos da “fonte que sustenta todas as coisas” vamos trabalhar longe D’Ele. Temos que exercitar a dinâmica de ser Deus-Eu-Trabalho e não somente Eu-Trabalho. Estimulados pelo fato de que Cristo rompeu as barreiras entre o Céu e a Terra, e em seu Reino já não existe separação entre a presença de Deus e as coisas criada.

É somente com um relacionamento pessoal com Deus, através da devoção, pela porta que Cristo abriu, que posso encarar o meu trabalho com a perspectiva divina e transformá-lo em uma forma de adoração ao Criador. Termino dizendo que é por causa disso que vemos o tiozinho, super simprão (homenagem a minha Chrys), que não entende nada de missão integral ou fé holística, mas é legitimamente piedoso (um cara de oração), vivendo uma fé muito mais integral do que muitos teóricos do mandato cultural.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s